CASES DIGITAIS

17/04/2021

Você pediu cases reais? Vou falar sobre as marcas de alimentação, perfis políticos, profissionais da área da saúde e alguns outros segmentos que trabalhei nos últimos 10 anos!


CASE DIGITAL: NUTRICIONISTA
VALENTIM MAGALHÃES

Ver uma marca atingir mais de 150k no Instagram é lindão. No início de 2014, as práticas de profissionais da saúde começaram a bombar e um dos profissionais que trabalhei no Facebook e Instagram foi o Valentim Magalhães.


Nutricionista de São Luis, foi um dos primeiros cases fora de Belém. As estratégias e conteúdo seguiram da seguinte forma:

1- Educar e orientar o trabalho de outros nutricionistas: ele queria ser autoridade e hoje é. Um dos mais respeitados no Brasil!

2- Repassar dicas rápidas de alimentação: deixar alí uma sementinha para quem queria uma dieta mais personalizada. As dicas de receitas são usadas até hoje por vários perfis.

3- Divulgar agendas de cursos: como foi importante usar as redes para começar a fomentar público para palestras. Através de hashtags e mensagens, mensurávamos qual o tema e próximo local das palestras.

4- Criar site e APP: para direcionar a audiência e ter retorno sobre o investimento de conteúdo das redes, foi pensado em canais proprietários durante o plano. E se as redes perderem relevância, né?!

ACESSE MAIS CONTEÚDOS E CASES EM:


CASE DIGITAL: CAMPANHA POLÍTICA
VEREADOR - ALLAN BESTEIRO

As vitórias em campanhas políticas digitais são rotina por aqui? Sim!

Em 2016, colocamos no ar a campanha orientada para, desta vez, eleger um candidato a vereador. O Allan, que era candidato de primeiro mandato, nos deu a oportunidade de trabalhar a marca pessoal do zero. Veja como se deu o sucesso das estratégias e conteúdo:

1- Personalizar conteúdo para diversos públicos: o NÓS é mais importante que o EU nas redes. Quanto mais você unir o público na sua causa, melhor!

2- Humanizar e mostrar quem faz parte da base de seguidores: os perfis de marcas já não têm grandes audiências. Espalhe a sua comunicação o mais rápido que puder nos perfis pessoais. Incentive o compartilhamento orgânico.

3- Explicar o que um vereador faz: educar, educar e educar. Sim, isso não é repetitivo. É obrigatório no perfil do candidato.

4- Criar chamadas para a data da eleição: imagina fazer todo um trabalho e o seu público perder o horário e o dia? Por incrível que pareça, tem gente que perde. Não custa nada lembrar.

Bom trabalho e até as próximas eleições!

ACESSE MAIS CONTEÚDOS E CASES EM:


CASE DIGITAL: RESTAURANTE
PÁPRIKA BELÉM

Entre 2013 e 2018, deixamos o Páprika entre os top 10 de Belém no www.tripadvisor.com.br.

Antes de mudar para Canoa Quebrada, o trabalho de conteúdo digital do charmoso restaurante na Cidade Velha era focado, principalmente, no aumento das avaliações positivas no maior site de avaliação de viajantes.

1- Incentivar avaliações de viajantes: quantos mais avaliações de fora de Belém, melhor, pois o público-alvo era aquele viajante saudoso da legítima culinária italiana.

2- Provocar desejo através de fotos apetitosas: pizzas, massas, entradas ou vinhos. O cardápio do Instagram tinha que funcionar para gerar pedidos no restaurante. Sem dúvida que funcionou!

3- Publicar as avaliações do APP nas redes: nada melhor para convencer alguém de que seu produto é bom mostrando o que os clientes estão falando. Aumentamos muito a frequência internacional com essa estratégia.

Clientes da França, Portugal, EUA e da Itália, claro.

ACESSE MAIS CONTEÚDOS E CASES EM:


CASE DIGITAL: LOJA DE JOIA
LE JOIE

Entre 2013 e 2014, a Le Joie começava a ter ainda mais sucesso nas redes. O conteúdo e estratégias giravam entre entregar fotos de qualidade, que elevassem ainda mais o brilho das joias, e personalizar as campanhas com rostos conhecidos e um lindo design. Seguem algumas dicas do que era feito:

1- Lançar coleções exclusivas: independente das datas comemorativas, criávamos coleções de postagens e conceitos para lançar as próprias tendências do mercado. Nada como navegar no oceano azul das vendas fora de época. Fuja de basear seu lucro somente durante as datas comemorativas. Tem que ser o ano todo!

2- Trabalhar imagens instagramáveis: crie as melhores e mais criativas fotos para mostrar seus produtos. Não copie ninguém. Crie seu próprio conceito. Isso funcionava bastante para destacar as joias.

3- Aliar a imagem da marca com modelos: humanizar o feed, ver uma modelo usando a joia e mostrar nos canais pessoais da modelo o trabalho da marca é essencial para quem trabalha com joias/moda. Um ensaio criativo ajuda a vender e a fortalecer sua marca.

ACESSE MAIS CONTEÚDOS E CASES EM:


CASE DIGITAL: RESTAURANTE
VIVA MANÁ

A missão da Viva Maná, marca que trabalhei entre 2014 e 2020, era ampliar os conceitos saudáveis do 1° delivery de alimentação prática e saudável de Belém através de diversos canais como Instagram, Facebook e WhatsApp. E como conseguimos isso?

1- Personalização de kits saudáveis: ampliamos, com o tempo, o número de refeições conforme necessidade do cliente e com ajuda de profissionais de nutrição. As empresas têm que aprender a personalizar seus produtos.

2- Atendimento e entrega personalizada através do WhatsApp: o cliente poderia buscar na loja ou receber no local desejado.

3- Parceiras e estratégias de divulgação através de influencers e criadoras de conteúdo: com uma pesquisa e códigos promo, dava para mensurar o retorno dos perfis facilmente. Sim, o que é quase obrigatório hoje, já era feito bem antes.

4- Feed padronizado com cores e um design para fixar a imagem da marca no público: não é de hoje que marcas padronizam cores, fontes e imagens para gerar reconhecimento imediato e também combater o plágio. É de extrema importância trabalhar os conceitos imagéticos. Principalmente nas redes sociais.

ACESSE MAIS CONTEÚDOS E CASES EM:


CASE DIGITAL: CAMPANHA POLÍTICA 
DEPUTADO ESTADUAL - LUTH REBELO

Dicas para campanha política com exemplo de conteúdo do então novato Luth, que venceu para primeiro mandato de Deputado Estadual em 2014, no Pará, com o segundo maior número de votos do seu partido.


Como se deram algumas estratégias:

1- Trabalhar a marca pessoal do candidato: ele era novo na política e tínhamos que apresentar novos projetos alinhados com a fala e locais que já era mais conhecido. Principalmente na área da tecnologia e educação.

2- Aproveitar o alto engajamento do Facebook na época: divulgando comentários e avaliações positivas de quem já o conhecia aumentando assim a confiança para novos votos. Quanto mais a marca é bem avaliada, melhor. Conseguimos 8.500 novos fãs na página em pouco tempo e só foi aumentando.

3- Distribuir conteúdo digital gratuito para espalhar a marca facilmente: aqui usamos a personalização de avatares e áudios no SoundCloud, por exemplo.

4- Realizar e divulgar pesquisas nas mídias: para fortalecer a fala da marca/candidato, o conteúdo, as avaliações e gerar confiança para a conquista de mais público/voto.

5- Coletar dados: o conteúdo foi enriquecido com análise de palavras-chave. Cada postagem era personalizada e alinhada com o comportamento do público.

ACESSE MAIS CONTEÚDOS E CASES EM: